Termina prazo para entrega do IR; saiba o que fazer se você perdeu

Quem não entregou está sujeito a multa de no mínimo R$ 165,74.
Entrega ia até as 23h59 desta sexta-feira, 30 de abril.

Terminou à 0h deste sábado (1º) o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física de 2010, ano-base 2009. O órgão recebeu mais de 24,6 milhões de declarações neste ano.

Faça o download dos programas do IR 2010 no Baixa Tudo

O prazo para a entrega da declaração pela internet ia até as 23h59, no horário de Brasília. Para entrega da declaração em disquete, o prazo se encerrou no final do expediente desta sexta-feira das agências da Receita Federal, do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal, onde os disquetes são entregues.

Segundo o consultor Antônio Teixeira Bacalhau, da IOB, mesmo quem entregar com apenas um minuto de atraso está sujeito a multa de no mínimo R$ 165,74 ou de 1% do imposto devido a cada mês de atraso na entrega da declaração, o que for maior. A multa é limitada a 20% do imposto devido.

Como agir
O procedimento para quem não entregou a declaração e vai fazê-lo a partir de agora é similar ao da entrega dentro do prazo: o contribuinte deve baixar os programas IRPF 2010 e Receitanet e, depois do preenchimento da declaração, transmiti-la usando o Receitanet.

A transmissão pode ser feita em qualquer dia da semana, exceto no horário de 1h às 5h. Para quem vai entregar a declaração em disquete, é necessário levá-lo a uma unidade da Receita Federal, já que o Banco do Brasil e a Caixa Econômica não recebem as declarações em atraso.

No caso da entrega pela internet, depois de transmitir a declaração o contribuinte poderá imprimir o recibo de entrega, a notificação de multa e o Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) da multa. Segundo a Receita, se a multa não for paga no prazo, haverá incidência de juros.

Os contribuintes que tiverem imposto a restituir e forem multados por entrega da declaração fora do prazo também podem imprimir o Darf e pagá-lo. Caso não o façam, a multa será subtraída do valor da restituição, explica Teixeira.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: