Motonetas na mira do MP

Como não bastasse o complicado trânsito de Campina Grande, onde mais de 100 mil veículos automotores licenciados circulam diariamente provocando cerca de 20 mil toneladas de poluentes no ar, congestionamento e complicações, as motonetas se tornaram um outro agravante e está preocupando as autoridades. Em sua maioria, são os menores de idade, sem qualquer conhecimento do Código de Trânsito que estão criando problemas nas ruas da cidade, segundo informação da Companhia de Policiamento de Trânsito.

Ao serem abordados pelos agentes de trânsito, os garotos se acham no direito de descumprir as normas. “Às vezes os pegamos rodando por cima das calçadas, passando em semáforo no vermelho e quando abordamos eles tiram o celular do bolso e ligam para os pais que, muitas vezes, são pessoas influentes na cidade”, afirmou um policial de trânsito que não quis ser identificado.

O problema tem preocupado o comandante da CPTran, Adailton Clementino da Silva que está estudando uma forma de amenizar o problema. Ele disse que a CPTran tem apreendido algumas motos do tipo Traxx e levado para o pátio do órgão, chamando os pais e mostrando o perigo no qual estão os menores, tanto de morte, como de matar alguém. Ele informou que está sendo feito um levantamento para saber quantos veículos de 50 cilindradas estão girando na cidade.

O promotor de Defesa da Criança e do Adolescente, Herbert Douglas Targino, ressaltou que a Resolução 006/2006, do Colégio de Promotores de Justiça, incube ao MP o dever de promover medidas judiciais e extra-judiciais em relação ao cumprimento de ações educacionais em favor da criança e do adolescente. Por este motivo ele disse que o MP estará presente na ação, caso seja provocado pela CPTran. Esta é a segunda vez que o MP tenta coibir a demanda de circulação de motonetas pelas ruas do Estado, em condição de desrespeito ao trânsito.

Em 2008, o Sindicato dos Motofretistas da Paraíba conseguiu a anulação de várias multas aplicadas pelo Departamento Estadual de Trânsito contra proprietários das chamadas cinquentinhas. Os veículos passaram a ser alvos de fiscalização e punições no final de julho de 2008.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: